Teste: você se autossabota financeiramente?

Quantas vezes você já se pegou se autossabotando financeiramente?

“Autossabotagem financeira é repetir atitudes que prejudicam o orçamento e iniciam dívidas que parecem inofensivas, mas que vão crescendo e viram aquela bola de neve”, explica o diretor de produto e tecnologia do Guiabolso, Julio Duram.

Por isso, atenção ao teste! Você se autossabota financeiramente? 

 

1. Você sabe quanto ganha por mês?

a)  sim, o valor líquido, já com todos os descontos
b) sei por cima, mas talvez me esqueça de algum desconto
c) acho que sei, mas vou errar
d)  nem me importo com isso

 

2. Com que frequência usa o cheque especial?

a)  nunca
b) quase nunca
c) quase sempre
d) sempre

 

3. O que você faz quando vence a fatura do cartão de crédito?

a)  paga o valor total
b) paga o que consigo, mas mais que o mínimo
c) paga o mínimo
d) não paga
4. Qual seu pensamento quando vai as compras? 

a)  pesquiso preços, barganho descontos e só compro o que preciso
b) posso me dar algum luxo de vez em quando
c) me jogo nos desejos, depois penso como pagar
d) ainda bem, agora posso compensar aquela frustração

 

5. Você sabe quanto gasta no dia a dia?

a)  sim, cada centavo
b) sei por cima, mas não cada detalhe
c) não tenho controle e me assusto quando o dinheiro “some da conta” ou chega a fatura do cartão
d)  não me importo
6. Qual sua reação quando as contas não fecham e fica no vermelho?

a)  isso nunca aconteceu comigo, mas se acontecer uso minha reserva de emergência
b) analiso o que ganhei e gastei pra definir o melhor caminho pra me livrar desse incômodo
c) aproveito o limite da conta ou parcelo no cartão de crédito e pago conforme dá
d)  de novo? Já não é mais novidade pra mim!

 

PONTUAÇÃO

a)  100 pontos
b) 60 pontos
c) 25 pontos
d)  0

 

RESULTADO

0 – 150 pontos – Perigo!
O nível de autossabotagem está bem alto. E a bola de neve da dívida já deve estar ladeira abaixo.

150 – 300 pontos  – Sinal Amarelo
O gatilho já foi disparado e o processo está em curso, mas você já percebeu o problema.

300 – 450 pontos – Quase lá
Você pode estar sendo negligente com algumas coisas, mas demonstra preocupações importantes. Se começar a se conhecer melhor vai conseguir ficar mais seguro.

450 – 600 pontos – Aí sim! Mandando bem =)
Dificilmente você vai cair na tentação de se autossabotar. E se fizer isso, vai perceber rápido e tentar mudar esse jogo.

*(Teste elaborado pelo Guiabolso)

DICA DA SEMANA: VENÇA O BOICOTE

Negando as aparências…   Para o professor de economia e finanças da Saint Paul Escola de Negócios, Carlos Honorato, não dá para negar uma situação crítica e caminhar no rumo oposto ao que aponta o seu orçamento: “No caso financeiro, autossabotagem está relacionada à dificuldade de aceitar uma situação de crise ou gastos e que leva o indivíduo a perpetuar o erro”, diz. O primeiro passo é reconhecer que está sabotando o seu dinheiro. “O segredo é ter consciência do problema, aceitar e definir, sem emoções, o caminho de saída dessa crise”.

E.. disfarçando as evidências  Não dá para negar os gastos e o padrão de despesas que se tem. “O problema não é dever, mas não perceber que o comportamento financeiro – excesso de gastos, consumo compulsivo e endividamento –  está aumentando (o problema)”. Para por fim ao ciclo, coloque o sonho na frente. “Gerencie suas finanças, planeje gastos e foque no que deseja”.

Fonte: Correio