Como gastar menos dinheiro com alimentação

1

Poupar dinheiro já não é fácil. Se você gosta de ir a restaurantes e não dispensa um lanchinho ou uma cerveja com os amigos, esta tarefa é ainda mais difícil. Mas não impossível. O doutor em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, (Abefin), Reinaldo Domingos, ensina como conseguir economizar com alimentação. Veja as dicas:
Leve marmita para o trabalho – Se houver local adequado para armazenar a comida e se alimentar no trabalho, levar marmita é uma boa pedida, pois a economia é garantida. Quem gasta R$ 25 por dia com alimentação e leva marmita ao menos uma vez por semana economiza cerca de R$ 100 por mês.
Pague sua alimentação à vista – O consumo é constante, portanto é válido pagar os alimentos sempre à vista ou em dinheiro, tanto as refeições quanto as compras em mercados e feiras. Para quem tem vale-refeição, é importante conhecer o valor disponível por dia, evitando assim gastar mais do que ganha.
Pesquisar dois ou mais restaurantes – É válido variar os restaurantes que frequenta, assim pode descobrir locais que agradam tanto o paladar quanto o bolso. Muitos oferecem bebidas e ou sobremesas gratuitamente para os clientes no horário do almoço.
Considerar horário e localização – Procure estabelecimentos que ofereçam descontos em horários alternativos, como antes das 12h e após às 14h. Além disso, os restaurantes afastados das principais avenidas tendem a praticar melhores preços, tanto nos pratos à la carte quanto no preço do quilo.
Pergunte sobre programas de fidelidade – Muitos restaurantes oferecem benefícios para os clientes como, por exemplo, que a cada dez refeições a próxima seja de graça ou com um bom desconto.
Leve lanches de casa – É comum o consumo ao longo dia de lanches de manhã ou a tarde, portanto é válido considerar levar algo de casa, como uma fruta. Quem deixa de gastar R$ 5 por dia, ao longo de 20 dias, obtém uma economia de R$ 100 mensais.
Evite desperdícios – Peça apenas o que irá consumir. Deixar comida no prato, bebida, sobremesa e porções intocadas nos restaurantes é desperdício não apenas de dinheiro, mas especialmente de alimentos, já que as sobras vão para o lixo.
Fonte: Huffpost