Peso das mochilas: saiba como isso pode afetar seu filho

Se o seu filho está em período escolar, você sabe a quantidade de coisas que ele precisa levar para a escola. São cadernos, livros, estojos e muitos outros itens que são solicitados para o dia a dia. Entretanto, o peso da mochila das crianças pode prejudicar a postura e causar muitas dores.

De acordo com Renata Scatena, pediatra, o peso da mochila não deve ultrapassar 10% do peso da criança. Se passar, pode causar problemas em diversas partes do corpo do pequeno. Confira!

Dores causadas pelo peso das mochilas

– Pescoço: ao projetar o pescoço para frente, os ligamentos são pressionados, causando dores;

– Ombros: o peso pode sobrecarregar as articulações e os músculos;

– Lombar e quadril: a inclinação para compensar o peso da mochila resulta em dores lombares e no quadril;

– Joelho: a mudança de postura ao caminhar pode ocasionar dores no joelho.

Como escolher a mochila ideal

Veja abaixo as dicas da especialista para evitar problemas:

– Materiais mais pesados devem ser colocados no centro e próximo às costas;

– Escolha mochilas de alças acolchoadas, firmes e reguláveis, com largura mínima de quatro centímetros;

– Modelos com cinto abdominal ajudam a equilibrar o peso;

– Prefira mochilas feitas especialmente para crianças, pois possuem material mais leve;

– O comprimento deve ser do tamanho do tronco da criança. A parte inferior deve ficar até cinco centímetros abaixo da linha da cintura;

– O espaço entre a mochila e o corpo da criança deve ser mínimo.

 

Fonte: Revista Viva Saúde